Resenha - O Códex dos Caçadores de Sombras

sexta-feira, 10 de abril de 2020


Título:
O Códex dos Caçadores de Sombras

Autores: Cassandra Clare e Joshua Lewis
Editora: Galera Record
Ano: 2014
Página: 274
Nota: ★★★★★
Clique aqui para adiquirir
Sinopse: A Clave tem o prazer de anunciar a mais nova edição no mais antigo e famoso manual dos Nephilim: o Shadowhunters’ Codex. Desde o século XIII, o códex vem sendo o mais jovem amigo de todo Caçador de Sombras. Quando você está cercado por demônios, é muito fácil esquecer os pontos mais obscuros da linguagem demoníaca ou a maneira mais rápida de parar um ataque de demônios Raum. Com o códex, entretanto, você nunca vai precisar se preocupar. Agora em sua vigésima sétima edição, o codex abrange tudo: a história e as leis do nosso mundo; como identificar, conviver com, ou se preciso, matar a maioria dos coloridos habitantes deste mundo; qual ponta da estela você deve usar para se marcar. Suas tentativas de matar um vampiro ou um feiticeiro não serão mais atrasadas por intermináveis perguntas de seus recrutas: O que é um Pyxis? Por que não usamos armas de fogo? Se não posso ver um símbolo de um feiticeiro, há alguma forma educada de perguntar a ele onde a marca está? Onde conseguimos toda nossa água benta? Apostilas de geografia, história, magia e zoologia, todas juntas em uma só, o codex está aí para ajudar novos Caçadores de Sombras a navegar no belo, às vezes brutal, mundo que habitamos. E para ninguém dizer que a Clave está desatualizada, ou, como dizem os jovens Caçadores de Sombras, “careta”, essa nova versão do Codex estará disponível não só na versão com a ligação de pele de demônio fechada magicamente, mas, também, numa versão moderna, usando todas as mais novas e emocionante técnicas de impressão atuais, incluindo alguns novos recursos, como uma capa firme feita de tecido, um revestimento à prova de poeira e informações sobre título, autor, editora, e muito mais escritos na capa. Você vai gostar de saber que ela cabe perfeitamente na maioria das mochilas e, ao contrário das antigas edições, ela não desliga mais sistemas de segurança. As antigas gravuras também foram substituídas: em vez delas, você vai encontrar pródigas ilustrações feitas por alguns dos mais brilhantes artistas. Criaturas, armas, pessoas e lugares foram cuidadosa e precisamente descritos por Rebecca Guay, Charles Vess, Jim Nelson, Theo Black, Elisabeth Alba e Cassandra Jean. Os capítulos são graciosamente introduzidos pelos desenhos de Michael Kaluta, e durante o resumo do clássico de 2.450 páginas, A História dos Nephilims, você vai encontrar uma seleção das melhores e mais adoráveis ilustrações do volume por John Dollar.
     Quem me acompanha sabe como sou louca por esse universo das sombras criado pela nossa queridíssima Cassandra Clare e desde a leitura do primeiro livro venho adquirindo todos os exemplares que são lançados afim de enriquecer ainda mais meu conhecimento sobre essa história que conquistou milhares de fãs. Sendo assim não podia ser diferente com esse exemplar lindíssimo que foi lançado intitulado como o Códex que nada mais é que um livro com todas as informação sobre o universo ao qual vemos alguns personagens em posse dele durante a leitura de alguns dos livros. Adicione no skoob

     Então resolvi dedicar esse post a apresentação desse livro mostrando e dizendo um pouco mais as claras o que contém em seu conteúdo. Mas digo a você caros amigos leitores se você também é fã do universo das sombras vale muito a pena adquirir.
Os instrumentos mortais
Folha de guarda

                         

         O livro possuí orelha e logo que o abrimos somos presenteados com essa linda imagem em sua folha de guarda. 

Introdução

      Este Códex serve para assistir o novo escolhido a se tornar um dos Nephilim em sua adaptação ao novo mundo em que será lançado. A grande maioria já nasce Nephilim sendo criado já em meio aos seus costumes desde o nascimento, mas há aqueles recrutados do universo mundano e logo se deparará com coisas confusas e perigosas. 


     Nas primeiras páginas temos explicações sobre o que são os Caçadores de sombras, seus juramentos, diversos nomes de caçadores, uma carta em  anexo além de uma parte escrita por Magus Bane dando sua versão sobre o que eles são, como surgiram sobre a Clave e alguns outros assuntos. E o mais legal é que no final de cada capítulo a um pequeno questionário que está preenchido por alguns alunos.

''Somos chamados de Nephilim ou Caçadores de Sombras. Somos filhos de humanos com anjos, o Anjo Raziel nos concedeu nosso poder.''


     Não é necessário dizer que é contra a Lei compartilhar o Códex com qualquer um que não seja um Caçador de sombras né.


                              
          Se  você  já  leu  os  livros  já  deve ter visto bastante esse juramento sendo pronunciado né?
'' Por meio deste, juro: Serei a Espada de Raziel e a extensão do seu braço para combater o mal.Serei o Cálice de Raziel e oferecerei o meu sangue a nossa missão. Serei o Espelho de Raziel;  quando meus inimigos me virem,  que enxerguem sua face na minha.
Por meio deste, prometo: Servirei com a coragem dos anjos. Servirei com a justiça dos anjos. E servirei com a misericórdia dos anjos.''

                                       

     O livro é repleto de gravuras, páginas como cartas e anotações anexadas, além de diversas anotações em meios aos textos dando a impressão de realmente ser um livro de estudos cheio de notas pessoais e suas páginas são meio borradas como se fossem cópias


Capítulo Um - Tesouro
                               
      Neste primeiro capítulo nos é apresentado todos os tipos de armas usadas pelos caçadores ( que não são poucas viu) bem como a descrição de como e de que são feitas, assim como as armaduras, uniformes e demais ferramentas.
                             ''Todas as armas utilizadas pelos Caçadores são marcadas com símbolos, ao passo que apenas as lâminas serafim podem causar danos permanentes a demõnios, marcas angelicais em outras armas vão, no mínimo, retardar a recuperação de um ferimento.''
Capítulo Dois - As artes
                          

     Aqui entenderemos mais sobre os diverso tipos de treinamento de combate, filosofia de guerras. (E confesso amigos que fiquei cansada só de imaginar), Se você que é somente treino de combate saiba que estás enganado, aqui relata tudo desde a capacidade de se locomover com discrição, agilidade e graça, fora o conhecimento linguístico exigido. (Socorro...rs)
     Também veremos nesse capítulo a famosa tradição Parabatai, como surgiu e como é realizada.
''Onde fores, irei; Onde morreres, morrerei, e lá serei enterrado: Que o Anjo o faça por mim, e ainda mais, se qualquer coisa além da morte nos separar.''
                          

Capítulo Três - Bestiário Parte I: DEMONOLOGIA

     Mas afinal o que é um demônio? Como posso reconhecer um? Porquê eles veem para o nosso mundo? Será que eles podem possuir pessoas e falar a nossa língua? Como podemos mata-los? Nesse capítulo todas essas dúvidas e diversas outras como a cidade demoníaca de pandemônio, demônios maiores e menores nos são esclarecidas.
   ''A própria palavra demônio é problemática, sua etimologia não tem nada a ver com espíritos malignos; é utilizada para descrever estas criaturas apenas por confusão nas traduções dos primórdios do Cristianismo, muitos anos antes do surgimento dos Nephilim,''
          Temos uma extensa lista com nomes e descrições de todos os tipos de demônios conhecidos. E não podia faltar aqui a tão falada ''Varíola demoníaca'' kkk          
Capítulo Quatro - Bestiário parte II: INTEGRANTES DO SUBMUNDO
     De longe para mim uma das melhores partes, aqui logo no começo conheceremos e saberemos mais sobre os Licantropes, Vampiros e seus subjugados bem como seu relacionamento com as leis, os Feiticeiros e fadas. Adorei saber mais sobre cada um  desses seres. 
''Uma vez que os demônios começaram a invadir a vida humana, as águas do bem e do mal se tornaram turvas, e as águas turvas da humanidade se tornaram integrantes do Submundo. ''
Capítulo Cinco - Bestiário Parte III: ANJOS E HOMENS
      Sobre anjos pouco se sabe, muito se especula, e poucos que possam falar com conhecimento de causa sobrevivem para Tal, de todo esse universo sombrio que nos és apresentado é sobre eles que menos sabemos. Nesse capítulo leremos um pouco sobre o que és dito sobre eles, principalmente sobre o anjo Raziel (que quase nada se sabe), nos é apresentado diversos nomes de anjos conhecidos dos caçadores, bem como sobre seu sangue e sua invocação.
''O que se aceita de modo geral é que Raziel é imenso, apavorante e detesta ser arrastado para assuntos humanos, deixando que os mesmos resolvam suas pendengas com as ferramentas deixadas por ele.''
     Também nesse capítulo leremos sobre os mundanos, os que não são totalmente mundanos, suas religiões, sobre os renegados, fantasmas e os mortos. 
Capítulo Seis - GRIMÓRIO




     Segundo a Clare toda essa parte é ridículo e pura baboseira sendo que todos sabem que diferente dos feiticeiros e das fadas os caçadores não fazem magica eles utilizam a magia de Raziel. Sendo assim para que se aprofundar em algo sem fundamento. Mas voltando ao assunto esse capítulo nos trás notas de introdução a magia, feitiços e a visão (todos sabemos da runa da visão), a magia angelical que são os itens deixados por Raziel, o livro de Gray e os símbolos manuscritos.

     Os instrumentos mortais são os maiores presentes confiados aos Nephilim pois sem eles não existiriam os Caçadores de sombras, nem as marcas utilizadas por humanos ou recursos contra ameaças demoníacas. Os caçadores os veneram como as maiores relíquias sagradas e são guardadas pelos Irmãos do silêncios. São elas a espada o cálice e o espelho.


     Mas  a  melhor  parte  é  que  aqui que veremos mais sobre as runas, as tão amadas e excessivas marcas nas peles dos Caçadores de Sombras.
''Apenas Caçadores podem realizar marcas, sua força está ligada a qualidade do  desenho dos símbolos. Podem ser aplicadas nos corpos e em objetos dos caçadores. Seu poder pode ser desfeito caso o desenho seja desconfigurado.''
     Acredito que seja o maior capítulo pois nele ainda veremos sobre a magia demoníaca, magia dimensional, necromancia, bruma infernal, portais e invocações de objetos do nada.
Capítulo Sete - SED LEX, DURA LEX
''A lei é dura. Ma é a lei.''
     Vemos essa frase em muitos momentos da história, mas afinal o que é e como é a lei dos Caçadores de sombras, nesse capítulo entenderemos mais sobre ela assim como os famosos '' despojos '' que alguns tão orgulhosamente apresentam para nós de forma bem bizarra digamos de passagem em alguns dos livros.
     Também veremos mais sobre a vida dos Caçadores desde o seu nascimento até a sua primeira marca a chamada clarividência. Suas formas de união até a suas mortes e não posse deixar de dizer que aqui nos é apresentada a história dos Irmãos do silêncio e das Irmãs de ferro.
Capítulo Oito - GEOGRAFIA
     Afinal quem nunca quis conhecer Idris e a famosa cidade de Alicante né? Então aqui veremos informações sobre tudo desde como chegar, seus bloqueios, as famosas torres demoníacas como detalhes da cidade e suas maravilhas.  Também saberemos mais sobre a cidade do Silêncio e a cidade de Adamant e os diversos institutos da Clave
Apêndice A - EXCERTOS DE UMA HISTÓRIA DOS NEPHILIM

     Se quase nada sabemos sobre os anjos quem dirá sobre os demônios, tudo que se sabe é que eles já habitavam o mundo antes mesmos de nós seres humanos, ou ao menos é isso que dizem os mais antigos textos Nephilim. Sua história é obscura e de natureza mitológica.
    Neste apendice veremos um pouco sobre o mundo antes dos Nephilim e sobre os primeiros integrantes dos submundo e enfim um pouco sobre o famoso Jonathan o maioral entre os Caçadores de sombras, sobre Raziel e os instrumentos mortais e sobre a ascensão dos Nephilim ao mundo.
''As fadas são os seres mais antigos do submundo assim como os feiticeiros que são tão antigos quanto.''
 Apêndice B - NONA EDIÇÃO DOS ACORDOS, 1992

     A todo momento lemos sobre os Acordos e aqui saberemos mais sobre sua origem já que nunca tiveram o apoio unânime da Clave, porém foi uma medida necessária para a paz. Até os membros do famoso Círculo concordaram. Quer dizer até certo momento né.
     Juramento de lealdade ao Círculo.
''Por meio deste, declaro obediência ao Círculo e a seus princípios... Estarei pronto para arriscar minha vida a qualquer momento pelo Círculo, com intuito de preservar a pureza das famílias de Idris e pelo mundo mortal, cuja segurança é nosso encargo.''
     Por último temos uma área destinada a notas que diz o seguinte: Não rabisque esse espaço (kkkk) 
     Área de notas
     Caro aluno utilize esse espaço para treinar o desenho das marcas, pratique bastante, mas com caneta viu, pois o papel é frágil demais para suportas a força do fogo sagrado.
      Mas como bem sabemos nossos jovens Caçadores são meio rebeldes e alguns deles artistas né Simom então não deu outra. Segue alguns dos desenhos rabiscados por eles no fim do livro que são divinos.

Folha de guarda final



     Então é isso caros Shadowhunters, só queria mostrar um pouco da beleza desse livro para que todo fã desse Universo sombrio possa aproveitar um pouco e repito, se você curte e gosta de ter todos os livros do universo vale muito a pena ter esse em sua estante. 

Bjos até a próxima...



Os instrumentos mortais
Sobre a autora:Cassandra Clare nasceu em uma família americana no Teerã, Irã e passou grande parte de sua infância viajando pelo mundo com sua família, incluindo uma caminhada pelo Himalaia quando criança, que foi quando ela passou um mês vivendo na mochila de seu pai. Antes dos seus dez anos de idade ela morou na França, Inglaterra e Suíça. O fato de que sua família se mudava muito, ela encontrou familiaridade nos livros e estava sempre com um livro debaixo do braço. Ela passou seus anos de escola em Los Angeles, onde ela costumava escrever histórias para divertir seus colegas, incluindo um romance épico chamado "The Beautiful Cassandra", baseado na homônima história de Jane Austen. Após a faculdade, Cassie viveu em Los Angeles e Nova York, onde trabalhou em várias revistas de entretenimento e até mesmo em alguns tablóides bastante suspeitos, onde ela relatou sobre a viagem ao mundo de Brad e Angelina e as avarias do guarda-roupa de Britney Spears. Ela começou a trabalhar no seu romance YA, Cidade dos Ossos, em 2004, inspirada na paisagem urbana de Manhattan, sua cidade favorita. Ela dedicou-se em tempo integral em sua ficção fantasia. A primeira venda profissional de Cassie foi um conto chamado "The Girl’s Guide to Defeating the Dark Lord", em uma antologia Baen de fantasia humor. Cassie odeia trabalhar em casa sozinha, porque ela sempre se distrai por reality shows e as travessuras dos seus dois gatos, por isso ela geralmente se propõe a escrever em cafés e restaurantes locais. Ela gosta de trabalhar na companhia de seus amigos, que vêem que ela adere a seus prazos.Atualmente, reside em uma antiga casa vitoriana em Nova Iorque com seu noivo, seus gatos, e lotes e lotes de livros. A triologia The Mortal Instruments tem sido citada em muitas listas de Best-Sellers.



Nenhum comentário

Postar um comentário