Resenha - A corrida de escorpião

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Título:
A corrida de escorpião

Autor:  Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Ano: 2012
Páginas: 378
Nota:  ★★★★
Clique para adiquirir
Sinopse: Na pequena ilha de Thisby, poucos cavaleiros são bravos o suficiente para competir na corrida de escorpião que acontece a cada novembro. Pela primeira vez uma mulher, a jovem Puck Connolly, vai competir. Ela tem dois irmãos e ficou órfã depois que os pais foram devorados pelos cavalos assassinos. Por isso, ela está determinada não só a competir como ganhar a corrida. Para isso, Puck terá que enfrentar outro jovem corajoso e encantador. Sean Kendrick também perdeu o pai, atropelado pelas sanguinárias criaturas. Apesar de terríveis, os cavalos do mar são uma grande atração turística. O turismo é a principal fonte de renda dos habitantes de Thisby. A ilha é um lugar fascinante e, ao mesmo tempo que atrai, também amedrontaAdicionar ao skoob

A corrida de escorpião
A corrida de escorpião - Maggie Stiefvater

Saiba mais sobre a história

     Como citado acima esse livro é bem antigo, foi lançado em 2012 pela editora Verus e confesso que tinha ele encalhado na minha estante a uns 5 anos pelo menos. Comprei super baratinho na época, custou R$ 5,90 em uma promoção na lojas Americanas, e como sou a louca da fantasia achei que iria devora-lo logo de cara, porém foi aquele clássico caso de ir deixando, deixando... 

     Ano passado por meados de setembro fiz um balanço em minha estante e descobri que tinha quase 150 livros sem ler, isso mesmo quase 150 e não parava de comprar e ler apenas os novos e deixando os encalhados cada vez mais encalhados, fiquei super mau, quase surtei. 

     Então decidi dar um tempo nas compras e começar a ler os mais antigos. E só digo uma coisa gente, nós leitores compulsivos e acumuladores muitas vezes na loucura de ler os lançamentos perdemos a oportunidade de conhecermos historias magnificas que temos abandonadas na nossa estante, foi uma baita surpresa essa leitura e adorei, então divido aqui minha experiência com ele pois fiquei surpresa com a quantidade de pessoas que me falaram que também tinham ele encalhado quando postei no insta que estava lendo ele.

     Então vamos ao que interessa. A Corrida de escorpião é um livro de fantasia volume único, sabemos como é raro ter um livro de fantasia que seja único né? Nele conhecermos a história da Puc e do Sean, dois órfãos que tiveram seus pais assassinados ou devo dizer devorados pelos temidos cavalos d'água mágicos que vivem no oceano que cerca a pequena ilha de Thisby onde vivem.

"Algumas corridas são feitas para vencer, outras apenas para sobreviver."
     A corrida de escorpião é o maior acontecimento do ano e uma grande fonte ou a única fonte de renda para os moradores da ilha, ao londo dos anos as corridas formaram uma legião de fanáticos que apostam verdadeiras fortunas todos os anos em seus cavaleiros favoritos. Thisby por ser uma ilha muito pequena possui uma rotina completamente pacata durante todo o ano, exceto pelo mês de novembro que fica repleta de turistas de todos os tipos e lugares que viajam para assistir a corrida que acontece todos os anos durante esse mês, período esse em que os cavalos ficam mais agitados e famintos e muitas vezes saem do oceano em busca de alimento (pessoas, animais...) e alguns dos moradores aproveitam para tentar captura-los e tentar doma-lós de alguma forma para que possam competir e ter mais chances já que devido a sua magia os capall uisce como são chamados são extremamente grandes, fortes e velozes, mas não é uma tarefa fácil e muitos morrem ao tentarem. 
" Hoje é o primeiro dia do mês de novembro e alguém vai morrer. Está ilha é astuciosa e cheia de segredos. Não faço ideia de seus planos para mim." 
     Teremos capítulos intercalados entre os dois protagonista onde inicialmente conheceremos a Puc que vive com seus dois irmãos e lutam diariamente para conseguirem o que comer no dia seguinte, Puc é a irmã do meio que está sempre na companhia de sua égua (comum) chamada Dove, certo dia seu irmão mais velho ao chegar em casa do trabalha compartilha com eles um fato que fará com que ela decida competir na corrida pois acredita que será a única forma de reverter o acontecido. O problema é que uma mulher nunca participou das corridas antes e também Puc jurou chamais se aproximar de um capall uisce após a morte de seus pais.
"Tenho meus prórpios motivos para competir - respondo... Meus motivos não são menores apenas por eu ser uma garota."
     Em seguida conheceremos o Sean, um garoto completamente fechado e solitário que trabalha e vive no único aras da ilha para o rico e famoso Srº Malvern e está sempre na companhia do seu garanhão capll wices chamado Corr, porém Corr não é exatamente seu, embora ele tenha capturado, treinado e ser o único a montar nele o mesmo pertence a seu patrão Srº Malvern, Sean é super conhecido e respeitado por ser o único a já ter ganhado as corridas por 6 vezes, " respeitado menos pelo filho de seu patrão Matthew que morre de inveja e está sempre tentando prejudica-lo), certo dia Sean recebe uma proposta que o levará a querer vencer essa corrida mais que tudo em sua vida.

"... aquele é Sean Kendrick. Ninguém conhece os cavalos melhor do que ele. Ele compete todos os anos, e acho que é o homem a ser vencido. Sempre é. Mas ele tem um pé na terra firme e o outro no mar..."
     Durante a trama acompanharemos a trajetória dos dois personagens ao longo dos treinos e preparação para a corrida, seus caminhos logo se cruzaram e Puc vai descobrir o quão machista e preconceituosos são os moradores da ilha que ela tanto ama, muitos dos organizadores tentaram impedi-lá de participar alegando que mulheres não podem participar. que só levaram azar para corrida e por ai vai, Puc logo descobrirá que não irá conseguir competir em um capall uice e resolve competir em sua égua baia Dove o que só contribui para que ninguém a apoie. Sean que nunca teve a intenção de se aproximar de ninguém se vê admirado com a coragem de Puc e decide ajuda-la em seu treinamento. E juntos enfrentaram as corridas competindo junto com diversos outros cavaleiros cada um com um desejo próprio de vencer e conseguir o que tanto querem.

Leitora Bibliotecaria

Minha opinião
     Apesar de suas 378 páginas é uma leitura super rápida, a escrita da autora é cativante e a mitologia criada para descrever as tradições e o mundo dos capall uisce é simplesmente fantástica e te deixa louco para querer ler logo tudo de cara para saber o desfecho da trama. Não é somente um livro de fantasia, nele teremos dois jovens órfãos que desde cedo aprenderam a lutar pela vida e pelo que querem, veremos uma garota que nos mostra a ir atras do que queremos independente de não termos apoio, ela nos mostrará que mesmo com tantas dificuldades não devemos nos intimidar e deixar nossos sonhos de lado.

     Nesse livro teremos companheirismo, superação, luto e acima de tudo uma grande história de lealdade. Foi uma leitura incrível que lamento muito ter demorado tanto para conhece-la e fico extremamente triste em saber que muitos não conhecem a história, então espero que este post te deixe mais animado a conhecer essa história incrível. 

     E para aproveitar e não perder a chance corre que hoje 05/02/2020 ele está disponível no kindle unlimited.
Bjos até a próxima.

Autora de Os garotos corvos
Sobre a autora: Maggie Stiefvater é escritora best-seller de dia e artista à noite. Ela também é autora da aclamada série A Saga dos Corvos. Maggie vive no estado da Virgínia (EUA), com o marido, dois filhos, dois cachorros neuróticos e um gato. Ela é uma leitora ávida, desenhista premiada e toca diversos instrumentos, entre eles harpa celta, piano e gaita de fole. Seu mais novo lançamento foi em 2019 com o título Todos os santos malditos.







24 comentários

  1. Menina, super te entendo com relação aos livros encalhados. Eu também entrei numa onda de sair comprando livros como se não houvesse amanhã, não apenas os físicos, mas também os digitais. O resultado é que tenho uma pilha enorme de livros (pelo menos os físicos, que já não tenho nem onde guardar) e que não li. Desde o ano passado eu tento me segurar para não comprar livros, a não ser que sejam da minha profissão mesmo. Ano passado consegui levar a promessa até o final do primeiro semestre, depois pisei bonito na jaca, com a Bienal do Livro... rsrs Esse ano, pretendo cumprir os 12 meses sem comprar livros. Com relação ao seu achado na estante, é um bom livro de fato, e realmente é bem difícil um livro de fantasia ser bom e em volume único. Só não digo que vou procurar ele, pois preciso, mesmo, ler meus livros encalhados... rs Mas é uma ótima leitura, especialmente para os fãs de fantasia. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho me empenhado desde ano passado sem comprar e ler os encalhados, mas ainda tenho uns 130 por ai encalhados

      Excluir
  2. Realmente nós leitores precisamos tomar muito cuidado , pois podemos cair nessa de ir comprando , comprando , comprando e acabar deixando para trás livros maravilhosos, que no seu caso foi esse, adoro acompanhar esse tipo de história me da energia e me revigora, adorei sua resenha!

    Bisou Bisou , Isa do Le Portrait de Isa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ano passado pisei na jaca bonito e comprei horrores, mas em Setembro mais ou menos dei uma parada.

      Excluir
  3. Caramba, 150 livros sem ler, agora estou com medo de fazer esse balanço aqui, sua fala mexeu comigo, estou pensativa. Também estou dando um tempo de comprar, mas não fiz esse balanço e estou refletindo sobre a ideia. Sobre A Corrida de escorpião gostei de saber que é volume único, fico um pouco irritada com tanta continuação que às vezes nem se justificam, outra coisa, amo Fantasia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça sim sempre que for possível eu sempre soube que tinha muitos, mas só quando realmente juntei tudo que me assustei com a quantidade e isso me ajudou muito a ter consciência do absurdo. Também amo fantasias

      Excluir
  4. É, também ando cheia de títulos encalhados na estante física e na virtual. Na última limpeza cheguei a dar de presente títulos que não li e que sei que não leria tão cedo. Precisei desapegar mesmo. Já outros, passei na frente e estou priorizando a leitura.

    Quando ao Escorpião, gostei do seu resumo e da sua opinião, mas não me atraiu. Espero que tenha sido uma boa leitura, mesmo com o tempo que você levou para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ano passado me desfiz de mais de 60 que não tinha mais interesse em ler é sempre bom fazermos isso

      Excluir
  5. Uau. Preciso dizer que o livro já me conquistou por esse enredo maravilhoso e inspirador, onde em uma corrida de cavaleiros: escorpião, que acontece a cada novembro. Pela primeira vez uma jovem mulher irá competir!O fato do livro conter além disso, companheirismo, superação e acima de tudo uma grande história de lealdade, já torna tudo ainda melhor e ainda mais atraente e cativante ao meu ver. Fiquei interessada e com vontade de conferir essa obra na íntegra também! Achei espetacular saber da sua opinião sobre o livro igualmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma leitura que me surpreendeu muito adorei, espero que leia quando tiver oportunidade.

      Excluir
  6. Que premissa maravilhosa, nunca tinha ouvido falar do livro, mas com certeza seria algo que eu leria. Também adorei os quotes que você separou ao longo da resenha principalmente este "Algumas corridas são feitas para vencer, outras apenas para sobreviver." achei bem profundo!

    Parabéns pelo Seu Trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog Leituras de Aruom

    ResponderExcluir
  7. Gente... com certeza é verdade isso! Nós leitores compulsivos temos mania de encalhar alguns livros, e ir adquirindo um livro atrás do outro. Quando paramos pra contabilizar, chega a dar medo.
    Sobre a história, eu gosto mesmo de fantasia, e acredito que essa história é cheia de pontos positivos para me animar a lê-lo. Pode ser que eu consiga fazer essa leitura em breve. Adorei a mensagem e os pontos que você ressaltou.
    Um brande abraço

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver oportunidade leia sim, é super agradável e rápida.

      Excluir
  8. Oi, tudo bem? 150 livros sem ler? :O Meu Deus é um número bem expressivo não é mesmo? Aqui em casa ainda não pensei em listar os não lidos mas com certeza a lista deve ser grande. Ainda mais agora que começaram as parcerias 2020. É muito livro para ler. Além das comprinhas que fazemos e quando percebemos já tem 50 não lidos haha Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim de mais, fiquei super triste, mas fazer esse balanço me ajudou a tomar consciência. Parei de comprar e venho lendo o máximo possível dos velhos.

      Excluir
  9. E eu que tenho pra mais de 400 aqui pra ler kkkkk gente do céu, preciso correr atrás desse título. Fiquei super curiosa com a trama. Faz tempo que não vejo uma boa história com cavalos e sobre a protagonista Puc, deve ser interessante acompanhar essa trajetória dela...
    Anotei a sugestão.

    Küss 😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi sim, uma leitura bem interessante adorei e acima de tudo super rápido de ler. Se tiver oportunidade leia sim

      Excluir
  10. apesar de nao ser meu genero preferido, gostei bastante da premissa e anotei aqui pra ler assim que eu conseguir.
    adorei a capa dele.
    obs: tamo junta, tenho mil livros nao lidos ainda hahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo fantasias, mas apesar de não ser seu gênero favorito quando quiser sair da zona de conforto de uma chance e rápido de se ler.

      Excluir
  11. Oii,
    Quem nunca comprou mais que 2 livros num evento literário ou feirinha de livros por 10,00 não sabe o que é comprar por impulso. Eu também comprei alguns e estou lendo todos agora nessa quarentena. Amei a sua resenha e fiquei encantada com o enredo da obra. Não conhecia o livro, mas amei a sua sinceridade com a história. E com toda certeza vou ler futuramente o livro, porque adoro livros do gênero.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, espero que leia sim quando puder.

      Excluir
  12. Eu também tenho um monte de livros aqui em casa que nunca li. Tem uns tão lindos, mas é tanta coisa que nunca dou conta de tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comece separando os que vc não sente mais vontade de ler e sabe que nunca lera e se desfaça deles, isso ajuda e muito.

      Excluir